quarta-feira, 21 de julho de 2010

Devaneios

Na foto: Dita Von Teese

Ama-me se quiser
Ou sonhe que um dia
Sua mãos já se aqueceram junto as minhas
Que já sentiu meus contornos junto aos teus
Sua luz brilhou no meu olhar
Que já dançamos em frente a lareira
Que minhas palavras sussurraram
Um sussurro lascivo aos seus ouvidos
Que um dia um beijo nos entrelaçou
Que um dia conhecemos as sensações mais intensas
Unimos nossos destinos e desejos
Eu e você, sentindo-nos
Em um só corpo
Um só coração


Não meu amor
Foi apenas um devaneio
Esse dia nunca existiu.

4 comentários:

Amanda disse...

O doce sabor da ilusão.

Dalleck disse...

A doce ilusão do sabor.

V.H. de A. Barbosa disse...

Sim, um devaneio. O eterno mito do corpo unificado...

Muito embora o busquemos incessantemente...

Varotto disse...

Oi Barbie (?!)...

Bom ver que você voltou à produção.

Dia desses, quase fui aí para o quadradinho.

Se acontecer, pódeixa que eu aviso antes...