sábado, 1 de novembro de 2008

Divagações

.
Os pensamentos mais importantes são o que mais tardiamente são compreendidos, justamente aqueles de que mais precisamos, aqueles pensamentos que nos devora.
.
Foi assim que ela terminou sua noite. Assistiu a um belo filme que a fizera chorar, e talvez por isso ela venha agora a divagar - “Sempre vivo tentando esconder meu verdadeiro eu, meu espírito, minha alma, minha essência, meus segredos” - pensou ela - “Estou sempre pronta a me desviar de mim mesmo”.

Mas Hoje ela não teve escapatória, pronto, lá estava ela fazendo o que ela sempre evitara - escutar sua alma. O que aconteceu? Ninguém sabe! Talvez a lua estivesse olhando para ela neste momento. Cobrando-a de algo que só elas sabiam.
.
Talvez a lua esteja decepcionada. Deve estar cansada da forma como vinha se escondendo. Mas restava uma esperança, a de que ela iria agir no momento oportuno.
.
“É tarde demais”! – Pensou. A melancolia de saber que já estava tudo feito, que sua vida já estava consumida pelo seu destino e não tinha mais como escapar de sua sorte, deixou-a num vazio descomedido, numa tristeza sem fim.
.
Tudo que era profundo para ela, seu coração reprimia. Na poesia ela compensava. Nas palavras sofridas ela sentia. Na melodia ela chorava. “Ah meu anjo, deixaste a vida lhe passar!” - disse alguém uma vez para ela. - “Agora o Sol não irá mais te acordar e os pássaros não iram mais cantar”.
.
E assim foi vivendo sem subterfúgios, para os restos de dias escuros que ainda lhe haveriam de passar.

9 comentários:

Ígor Andrade disse...

Eu estou sempre me enfrentando. Até quando penso em me desviar de "mim mesmo".
Qual foi o filme?
Abraço!

gilgomex disse...

pq não deixou pra publicar hoje???
finados e tals... rs.
barba, minha querida...
seus textos me deixam pensando durante muito tempo... e já aviso que a humanidade não está preparada para tanto tempo de pensamentos vindos de minha pessoa... heuehuehuehuee.

Marcio Sarge disse...

Lamentei com esse filme que não vi, com o desvio que não foi meu, porque justamente hoje resolvi ouvir uma alma.

Mas foi bom rs.

Beijo.

Stephanie disse...

desde que comecei a me enfrentar, não consegui mais parar - e há um momento em que estar sempre nos fundo das coisas, nas verdades mais sujas, nos fatos mais incômodos é caótico e cansa. Mas a alma nunca mais reclamou que eu estivesse fugindo.

é um caminho, e só quando a gente trilha sabe o que vem de bom com ele.

obrigada pelo selinho, moça.
vou linkar você lá no leveza =)

beijo

. fina flor . disse...

todo dia escuro, passa, afinal...

beijos, querida e obrigada pela gentil visita, volte sempre que quiser

MM.

Bruno disse...

Intenso, como sempre. Bonito!

Admito que eu, bobo que sou, gosto de coisas mais levezinhas, mas a trsiteza não deixa de ser muito bela à seu modo.

Beijo

Bruno disse...

E, ah, respondendo o que você me pediu (suyper atrasado, pra variar, porque eu sou um fiasco):

Dos autores que eu postei lá no Acepipes Citados, meus preferidos são o Borges e o Calvino.

Borges é mais chatinho pra começar, mas depois que se pega o espírito é um tipo de autor que tem muita coisa pra te oferecer, acho que é o meu preferido.

O Calvino tem um humor muito inteligente e muito leve, eu gosto demais dos romances dele. Te indicaria, deixa ver... "O barão nas árvores" ou "O cavaleiro inexistente" ou então, o mais poético e sutil de todos, "Cidades invisíveis".

;)

freefun0616 disse...

酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店經紀,
酒店打工經紀,
制服酒店工作,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
酒店經紀,

,酒店,

be disse...

華麗夢想,
夢世界,
酒店經紀,
酒店工作,
酒店上班,
酒店打工,
禮服酒店,
禮服公關,
酒店領檯,
華麗夢想,
夢世界,
酒店經紀,
酒店工作,
酒店上班,
酒店打工,
禮服酒店,
禮服公關,
酒店領檯,
華麗夢想,
夢世界,
酒店經紀,
酒店工作,
酒店上班,
酒店打工,
禮服酒店,
禮服公關,
酒店領檯,
華麗夢想,
夢世界,
酒店經紀,
酒店工作,
酒店上班,
酒店打工,
禮服酒店,
禮服公關,
酒店領檯,
華麗夢想,
夢世界,